EPA

Powered by WP Bannerize


BOMBA: durante investigação sobre sequestro de Moro PF descobriu que facção tinha acesso a sistema de monitoramento do governo

Terra Brasil Notícias

Documentos da investigação da PF sobre o plano do PCC para sequestrar o senador Sergio Moro (União Brasil) mostram que os suspeitos tiveram acesso a um sistema de monitoramento do governo de São Paulo.

A informação está em relatório do Grupo Especial de Investigações Sensíveis apresentado à Justiça Federal para e expedição dos mandados de prisão, e obtido por O Antagonista.

Os suspeitos usaram sistema de câmeras de trânsito para localizar viatura da Polícia Civil de São Paulo.

“Parceiro, precisava saber onde esse carro andou de sábado até hoje. Consegue dar uma força para mim? Pra ver no Detecta lá”, escreveu um dos suspeitos junto à foto da placa do veículo.

No relatório, assinado pelo delegado Martin Bottaro Purper, afirma-se que “temos indicativo claro de que os investigados têm acesso a dados que deveriam ser sigilosos, o que permite a eles agir com desenvoltura na prática de crimes, pois conseguem identificar veículos das forças de segurança”.

Ainda segundo os documentos obtidos pelo Antagonista, o sequestro de Moro custaria R$ 564 mil; o senador era chamado de Tokio pelos suspeitos; e a facção mantinha caderno com os dados dele.

Fonte: O Antagonista.

Fonte: www.terrabrasilnoticias.com


Powered by WP Bannerize


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário