Secom/MT

Powered by WP Bannerize


Profissionais de saúde participam de curso para aprimoramento do processo de doação de órgãos

Fernanda Nazário/SES-MT

Um total de 16 profissionais de saúde de quatro municípios de Mato Grosso participaram, nesta quinta-feira (05.10), em Cuiabá, de uma capacitação que busca aprimorar o processo de doação de órgãos do Estado. O curso teve apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e foi executado pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital Albert Einstein, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

Foram capacitados médicos e enfermeiros que atuam nas unidades públicas e privadas de emergência e urgência dos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Primavera do Leste e Rondonópolis.

A SES-MT, por meio da Central Estadual de Transplante, foi responsável pela seleção e inscrição dos trabalhadores, além de intermediar a capacitação no Estado.

O curso ocorreu das 8h às 17h, no Hotel Fazenda Mato Grosso. As aulas foram ministradas pelos enfermeiros do Hospital Albert Einstein José Maria do Nascimento Neto e Dayana Aparecida Martins Corrêa.

Durante o encontro, os profissionais aprenderam a identificar elementos que compõem a experiência da família na emergência e urgência no processo de doação de órgãos. No curso, também foram abordados os aspectos legais, éticos e as etapas do processo de doação de órgãos no Brasil.

A coordenadora da Central Estadual de Transplante da SES, Anita Ricarda da Silva, avaliou positivamente a capacitação e destacou a importância das discussões para o aprimoramento dos serviços ofertados no Estado, visto que a cirurgia de doação de órgãos é realizada onde o doador estiver, seja em hospital público ou privado, desde que o local disponha de estrutura adequada.

“Estamos empenhados nas capacitações dos profissionais de saúde que atuam nas unidades notificadoras do Estado, sejam elas públicas ou privadas. O objetivo é que elas sejam atuantes e efetivas na condução do processo de doação de órgãos e tecidos. Dessa forma, aumentamos o número de captações e doações no estado de Mato Grosso, beneficiando inúmeras de pessoas que aguardam na fila”, concluiu Anita.

Fonte: www.secom.mt.gov.br



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário