Assessoria de Imprensa

Powered by WP Bannerize


Na abertura Nacional do Plantio da Soja, Max Russi enaltece a força econômica do Agro

Assessoria de Imprensa

Na Abertura Nacional do Plantio da Soja — Safra 23/24, que aconteceu no dia 29/09 na Fazenda Aymoré, em Jaciara, o deputado estadual Max Russi (PSB), avaliou o agronegócio como “o motor da nossa economia, que alavanca, que gera renda, gera desenvolvimento e progresso”.
O encontro também contou com a participação da prefeita do município, Andréia Wagner (PSB), além de produtores de todo território nacional.

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa citou acontecimentos importantes, que vem sendo protagonizados pelo estado nos últimos dias. Um deles foi a aprovação do projeto de lei que estabelece o Marco Temporal para a demarcação de terras indígenas, que passou pelo Senado Federal e busca trazer tranquilidade jurídica aos que trabalham e produzem no Brasil, conforme os setores do agronegócio.

Dos 43 votos favoráveis, três foram dos senadores mato-grossenses Jayme Campos (União), Mauro Carvalho (União) e Margareth Buzetti (PSD).

“Nosso Senado Federal, se posicionando firme na questão do Marco Temporal e isso é fruto da força do agro, da força da agricultura, da força dos nossos produtores, das nossas associações e o Senado, quando precisou, esteve firme nessa votação”, avalia.

Outro ponto citado pelo deputado foi em relação a MT ser considerado campeão nacional de produção, mas que não deixa de lado as ações de preservação.

“Também somos um estado que preserva muito a sua natureza, nós temos 62% do nosso estado preservado e muitas vezes somos atacados, muitas vezes a gente é incompreendido, mas nós produzimos e conservamos o nosso meio ambiente”, complementou Max Russi.

O encontro, que marca 12ª edição do projeto Soja Brasil, foi palco de debates e trocas de informações entre produtores rurais e técnicos da área da agricultura, em meio a diversos painéis temáticos.

O principal tema em debate abordou os desafios para armazenagem de grãos, com a participação da Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso e da Câmara Setorial de Armazenagem de Grãos (CSEAG).

Além dos assuntos que envolvem informações fundamentais para o início da Safra, através da participação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o cenário climático também foi objeto de pauta no polo de discussões a respeito do El Niño, tema abordado pelo meteorologista Arthur Muller.

O evento em Jaciara, que se consagrou sede de um dos momentos mais aguardados pelo ramo agropecuário, contou com a participação de especialistas de toda a cadeia da oleaginosa.

Conforme o Sindicato Rural do município, na colheita 2021/22, o município obteve um rendimento de 174 mil toneladas de soja. A estimativa para esse ano é que esse número suba para mais de 200 mil toneladas colhidas.

Fonte: Assessoria de Imprensa



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário