Reprodução/Internet

Powered by WP Bannerize


Qual cantora sertaneja domina as paradas de sucesso em 2023?

Movimento Country

música sertaneja está em constante evolução e, a cada dia, surgem novos talentos que parecem estarem vindo para ficar e ocuparem espaço ao lado de gigantes deste gênero tão diverso. Um exemplo disso é a cantora Ana Castelaex-namorada de Gustavo Miotoque para muitos é a “nova Marília Mendonça”.

comparação entre as cantoras não é por acaso: assim que chegou no cenário da música sertaneja, em 2022, Ana Castela vem trilhando um caminho muito parecido com Marília: estourando um hit atrás do outro, cantando nas maiores festas de peão do Brasil e sendo ovacionada por onde passa.

No entanto, o estilo das duas nunca foi o mesmo. Enquanto Marília seguia por uma linha mais romântica, popularizando o gênero “sofrência”, Ana Castela é a peça chave do “agronejo”, responsável por misturar funk, pop, trap e sertanejo de uma forma única.

Fato é que ambas são as maiores cantoras sertanejas da atualidade e continuam emplacando vários sucessos. Neste ano, elas foram alguns dos nomes mais comentados na música sertaneja e mostraram a potência da mulher neste gênero dominado por homens.

Mas, afinal, quem de Marília Mendonça e Ana Castela dominou a música sertaneja em 2023?

Marília Mendonça: a rainha do feminejo sempre presente

Desde a morte de Marília Mendonça, em novembro de 2021, a família da cantora sertaneja vem divulgando alguns materiais póstumos em seu nome, que sempre emocionam fãs e fazem muito sucesso nas plataformas de streamings.

O álbum “Decretos Reais”, que respeita as vontades da cantora sertaneja em vida, chegou a ser indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja neste ano, prova da excelência que marcou sua carreira em vida.

Mas, além da excelência, a cantora sertaneja também acumula vários sucessos, mesmo após sua morte. A eterna rainha da sofrência tem algumas das músicas mais ouvidas deste ano e não saiu da boca do público um dia sequer neste ano.

Veja suas músicas mais tocadas de 2023:

  1. “Leão”
  2. “Mal Feito: (part. Hugo e Guilherme)
  3. “Te Amo Demais”
  4. “Hackearam-me”
  5. “Esqueça-me Se for Capaz” (part. Maiara e Maraisa)

Ana Castela: um fenômeno em ascensão

Ao contrário de Marília Mendonça, Ana Castela está construindo sua carreira aos poucos. Com pose de estrela pop e muita atitude, a cantora sertaneja hoje é uma das maiores hitmakers do país. Seus sucessos tocam em baladas, barzinhos, reuniões de família e todo lugar possível.

Com pouco mais de um ano de carreira efetiva, Ana Castela vem se provando um fenômeno em ascensão, que não pretende parar tão cedo. A cantora sertaneja, já presente em trilhas sonoras de novelas e nos maiores rodeios do país, domina as paradas musicais a frente de nomes consagrados como Gusttavo Lima e Luan Santana.

Só neste ano foram vários sucessos para a conta da Boiadeira, que mescla perfeitamente entre as músicas sentimentais e as “farofas”, popularmente chamada músicas comerciais. Veja suas músicas mais tocadas de 2023:

  1. “Nosso Quadro”
  2. “Solteiro Forçado”
  3. “Bombonzinho” (part. Israel e Rodolffo)
  4. “Duas Três” (part. Guilherme e Benuto e Adriano Rhod)
  5. “Carinha de Bebê” (part. Pedro Sampaio)

Qual das duas foi o maior nome da música sertaneja em 2023?

Embora tenha grandes comparações entre Marília Mendonça e Ana Castela, vale ressaltar que ambas as cantoras sertanejas são essenciais para a popularização das mulheres em um gênero musical dominado por homens.

Com propostas, vozes e formas de cantar diferentes, as cantoras sertanejas conquistaram o público brasileiro de uma forma única, sem grandes polêmicas ou escândalos. No entanto, a comparação entre as artistas é algo que vem acontecendo com grande frequência.

Grande fã de Marília Mendonça, a ‘Boiadeira’ nunca escondeu sua inspiração pela eterna rainha da sofrência, assim como Marília certamente iria amar conhecê-la no seu auge, sem nutrir nenhum tipo de rivalidade.

A batalha de gigantes pode consagrar Ana Castela como a cantora sertaneja mais tocada de 2023, tanto em número de sucessos quanto em ouvintes no Spotify, mas a presença onipotente de Marília Mendonça, quase 2 anos após sua morte, é algo nunca visto na história e merece muito reconhecimento.

Fonte: www.movimentocountry.com



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário