© Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

Powered by WP Bannerize


CBF recebe ”sim” e já deve anunciar novo técnico para o lugar de Tite; SAIBA QUEM É

terrabrasilnoticias

A CBF já tem o “sim” do novo técnico da seleção brasileira. Na verdade, o “sí”, pois se trata do italiano Carlo Ancelotti, supercampeão com o Real Madrid e com passagens por clubes como PSG, Chelsea, Juventus, Milan, Bayern de Munique, entre outros da Europa.

Segundo apurou a ESPN, as partes não vão confirmar publicamente o acordo neste momento, já que o treinador ainda tem o contrato com o clube espanhol até junho de 2024. Também ainda não há qualquer compromisso assinado com a CBF, apenas a sinalização positiva.

Os detalhes do contrato, que seria de três anos, começando em julho de 2023 até agosto de 2026, após o final da Copa do Mundo em Estados Unidos, México e Canadá, ainda estão sendo discutidos.

Jogadores brasileiros do Real Madrid também já têm essa informação, segundo soube a reportagem. Eles lamentam o fato de o treinador deixar o clube, mas entendem ser um bom nome para comandar o time pentacampeão do mundo – o elenco merengue hoje tem Éder Militão, Rodrygo e Vinicius Jr., todos presentes no grupo do técnico Tite na Copa do Qatar.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, declarou esta semana à ESPN que buscaria um técnico que fosse unanimidade e que cumpriria o ciclo de uma Copa à frente da seleção. Ancelotti se encaixa nesse perfil. O dirigente também citou “questões adiantadas” para a escolha.

A busca da entidade agora é por um técnico que comande a equipe nesse período de transição, já que a primeira Data Fifa do ano está prevista para março (entre os dias 20 e 28). Ramon Menezes, que está comandando o time sub-20 no Sul-Americano da categoria, seria um dos cotados para o período. As eliminatórias para a Copa de 2026 tem início previsto para junho.

Ancelotti tem 63 anos e está no Real Madrid desde 2021. Nessa segunda passagem pela equipe, ele foi campeão da Champions League e também de LaLiga. Antes, havia comandado o clube entre 2013 e 2015.

O Brasil seria o primeiro trabalho do treinador em uma seleção, já que foi apenas auxiliar da Itália no início da carreira, ainda na década de 90. Em clubes, trabalhou em Reggiana, Parma, Juventus, Milan, Chelsea, PSG, Bayern de Munique, Napoli e Everton, além do Real.

No fim de 2022, Ancelotti foi questionado publicamente sobre a chance de assumir a seleção brasileira na vaga de Tite. Ele agradeceu o interesse na ocasião, mas afirmou que não tinha planos de dizer ao Real que deixaria o clube. A ESPN voltou a ouvir fontes ligadas ao treinador, que seguem negando qualquer acerto com a CBF.

Fonte: terrabrasilnoticias


Powered by WP Bannerize


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário