Fabio Menotti/Palmeiras e Staff Images/CBF

Powered by WP Bannerize


Brasileiras estreiam na Conmebol Libertadores Feminina nesta quinta-feira (5)

Diretoria de Competições/CBF

CONMEBOL Libertadores Feminina está de volta! A partir desta quinta-feira (5), Palmeiras, Corinthians e Internacional representarão o Brasil na competição continental, que será disputada na Colômbia até o dia 21 de outubro.

Esta é a 15ª edição do campeonato. Nas outras 14 edições, apenas em três delas nenhuma equipe brasileira saiu vitoriosa. Em 2022, o Palmeiras ergueu a taça da competição.

Como funciona a CONMEBOL Libertadores?

Os 16 clubes Sul-Americanos serão divididos em quatro grupos (A, B, C e D), com quatro equipes cada, e disputarão a primeira fase entre si. Os dois melhores de cada grupo avançam para as quartas de final. O primeiro de um grupo enfrenta o segundo do outro grupo, por exemplo: 1ºA x 2ºB. Os vencedores de cada duelo avançam para as semifinais e posteriormente os que se saírem melhor jogarão a grande final no dia 21 de outubro.

Em busca do bicampeonato

A primeira equipe a entrar em campo será o Palmeiras. Atual campeão da CONMEBOL Sul-Americana, o Verdão, que está no Grupo A, estreia contra o Barcelona do Equador, nesta quinta-feira (5), às 17h (horário de Brasília). Na segunda rodada, as Palestrinas enfrentam o Caracas, da Venezuela, no domingo (8), também às 17hs, e encerram a participação na fase de grupos contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

Em 2022, o Verdão fez uma grande campanha, vencendo o maior campeão argentino, o Boca Juniors, por 4 a 1 na grande final da competição.

Dentre os destaques da equipe, estão a atacante Amanda Gutierres, artilheira do Brasileirão Feminino Neoenergia 2023, e a também atacante Bia Zaneratto, convocada para representar o Brasil na próxima Data FIFA de outubro.

Primeira disputa das Gurias Coloradas

O Internacional está pronto para disputar a sua primeira CONMEBOL Libertadores. As Gurias Coloradas conquistaram a vaga na competição após chegarem à final do Brasileirão Feminino Neoenergia em 2022 e garantirem o vice-campeonato.

O primeiro desafio das Coloradas será contra o Nacional, do Uruguai, nesta sexta-feira (6), às 17h, no Estádio Pascual Guerrero, em Cali. Depois, enfrentam o América de Cali, no dia 9, às 19h30, no mesmo estádio. A último duelo será em Bogotá, diante do vice-campeão, o  Boca Juniors. O confronto acontecerá no dia 12 de outubro, às 19h30, no Estádio de Techo.

Entre as relacionadas, estão Priscila Flor e Belén Aquino, que marcaram 7 e 6 gols no Brasileirão Femininino 2023 respectivamente. Além de brilharem no clube, as jogadoras também são destaque nas seleções de base e principal do Brasil e do Uruguai.

As Brabas querem retomar a América

O Corinthians vai em busca de mais um título na CONMEBOL Libertadores. A equipe já conquistou três títulos, em 2017, 2019 e 2021 e vai em busca do tetracampeonato na competição. Na última edição, as Brabas acabaram eliminadas nas quartas de final pelo Boca Juniors, da Argentina.

As Alvinegras integram no Grupo C da competição ao lado do Colo-Colo, do Chile, Always Ready, da Bolívia, e Libertad Limpeño, do Paraguai. A estreia será contra a equipe chilena nesta sexta-feira (6), às 19h30 (horário de Brasília).

O time conta com seis jogadoras convocadas para a Seleção Brasileira em amistosos contra o Canadá: Lelê (goleira), Tamires e Yasmim (laterais), Luana e Duda Sampaio (meio-campistas) e Gabi Portilho (atacante). Além delas, outras atletas do Corinthians, como Jheniffer e Vic Albuquerque, fizeram um bom Brasileirão Feminino e também estão prontas para a competição.

Fonte: www.cbf.com.br



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário