Sérgio Lima/Poder360

Powered by WP Bannerize


Sinal de Bolsonaro faz Salles cogitar a disputa pela Prefeitura de SP

Terra Brasil Notícias

O deputado federal Ricardo Salles (PL-SP) voltou a demonstrar interesse em concorrer à Prefeitura de São Paulo. O ex-ministro do Meio Ambiente reuniu-se com o ex-presidente Jair Bolsonaro na 4ª feira (27.set.2023) da semana passada, em Brasília. E ouviu incentivos para disputar o cargo em 2024. A reunião foi realizada na sede do PL.

Salles havia deixado de lado a pretensão de ser candidato porque o PL de São Paulo prefere apoiar o atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB).

Inicialmente, Bolsonaro aceitou. O impasse se deu porque Nunes não pretende usar o nome do ex-presidente na campanha. Há uma avaliação interna que a rejeição a Bolsonaro é maior que os votos que ele atrai.

Na conversa com seu ex-ministro, Bolsonaro condicionou a volta de Salles à corrida pela prefeitura à anuência do presidente do partido, Valdemar Costa Neto. Segundo aliados de Salles, ele cogita sair do PL se não houver apoio.

Na conversa, Bolsonaro disse a Salles que falaria com Valdemar Costa Neto para tentar alinhar sua candidatura à sigla.

O Poder360 procurou Valdemar e o PL para perguntar se gostariam de se manifestar a respeito de uma eventual saída de Salles do partido e do apoio vindo do ex-presidente. Por meio de sua assessoria, informaram que não irão comentar. O espaço segue aberto.

Se confirmada a intenção de Salles de disputar a Prefeitura de São Paulo, seja pelo PL ou por outra legenda, ganha força a tendência de fragmentação do voto de centro-direita na disputa paulistana de 2024.

O ex-ministro de Bolsonaro vai dividir o eleitorado mais conservador com Nunes e com o deputado Kim Kataguiri (União Brasil), que também deve se candidatar. A vitória de um candidato já no 1º turno fica mais difícil.

TARCÍSIO DE FREITAS

No domingo (1.out.2023), o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse que Nunes era um “presente” que ele ganhou à frente do governo. Isso porque o prefeito de São Paulo seria uma pessoa “fácil de trabalhar”.

“Numa cidade do tamanho da cidade de São Paulo, é fundamental que governo e prefeitura trabalhem juntos, afinados por música, que possam cooperar”, disse o governador paulista durante discurso no lançamento da campanha de multivacinação, em escola da zona norte de São Paulo.

Há expectativa no grupo de Nunes que o governador apoie o prefeito. A avaliação é a de que ele tem menos rejeição que o ex-presidente.

PESQUISA EM SÃO PAULO

Pesquisa divulgada pelo Paraná Pesquisas na última 4ª feira (27.set) sobre a eleição municipal de São Paulo mostra que o deputado federal Guilherme Boulos (Psol-SP) lidera a corrida, com 35,1% das intenções de voto, contra 29% do atual prefeito paulistano, Ricardo Nunes (MDB).

A deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) está em 3º lugar, com 7,5%, seguida do deputado Kim Kataguiri (União Brasil-SP), com 5,3%.

A pesquisa ouviu 1066 eleitores de São Paulo, com 16 anos ou mais, de 21 a 24 de setembro de 2023. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais. Eis a íntegra do levantamento (PDF – 557 kB).

Ricardo Salles não foi medido porque sua candidatura havia sido descontinuada.

Os dados dizem respeito ao cenário estimulado, quando os nomes dos candidatos são apresentados pelos aplicadores da pesquisa. Aqueles que responderam que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos somam 14,6%. Já os que não responderam ou não sabem são 5,7% dos entrevistados.

Poder 360

Fonte: www.terrabrasilnoticias.com



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário