© Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

Powered by WP Bannerize


Daniel Alves completa um mês de prisão na Espanha; relembre o que já aconteceu com ele nesse período

ESPORTES R7

Nesta segunda-feira (20), Daniel Alves completa um mês de prisão, no Centro Penitenciário Brians 2, que fica próximo a Barcelona. O jogador é acusado de violentar sexualmente uma jovem de 23 anos na boate de luxo Sutton no dia 30 de dezembro de 2022.

No último dia 30, a equipe de advogados do atleta entrou com um recurso na Justiça da Espanha para que ele responda ao julgamento em liberdade. No entanto, a decisão de manutenção ou soltura da prisão do ídolo do Barcelona ainda não foi tomada.

A começar pelo dia 20 de janeiro, quando o jogador foi voluntariamente prestar depoimento sobre as acusações e foi detido na delegacia, na Espanha, por um pedido de prisão preventiva. No caso, tratava-se de uma acusação de abuso sexual, feita por uma jovem de 23 anos. De acordo com os relatos, a agressão teria acontecido em uma casa noturna de Barcelona, no dia 30 de dezembro

Assim que saiu a notícia da prisão, o Pumas, clube mexicano que Daniel Alves defendia, rescindiu o contrato com o jogadorO lateral-direito tinha vínculo com a equipe até o meio de 2023

Três dias depois da prisão, Daniel Alves foi transferido para um presídio com mais segurança, na Espanha. O brasileiro estava no Centro Penitenciário Brians 1 e passou a ficar no Centro Penitenciário Brians 2

A primeira noite do jogador na prisão também foi assunto nos jornais espanhóis. De acordo com os relatos, Daniel chegou cabisbaixo, emocionado e sem fome ao centro penitenciário Brians 1. Apesar da fama, o lateral-direito não recebeu tratamento diferente e dormiu em uma cela individual

casa noturna Sutton foi o cenário de toda a acusação. A boate de Barcelona conta com muito luxo e tratamento VIP para os frequentadores. A casa tem uma filial em São Paulo

Na mesma noite da primeira acusação, outras denúncias surgiram contra Daniel Alves. Duas amigas da primeira vítima (a jovem de 23 anos) também prestaram queixa de agressão sexual contra o jogador. Relatórios da polícia espanhola divulgados na semana passada confirmaram as três denúncias, acontecidas no dia 30 de dezembro

Desde o primeiro momento, a vítima diz recusar indenização caso o jogador seja declarado culpadoA juíza responsável pelas diligências afirmou para a vítima que ela teria direito a ser ressarcida economicamente como parte da punição. Porém, a jovem disse que seu objetivo é que haja justiça e que Alves cumpra a pena

Fonte: ESPORTES R7


Powered by WP Bannerize


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário