Powered by WP Bannerize


Benzema? Giroud brilha, e França goleia a Austrália em estreia na Copa.

Se o dia no Qatar começou com zebra, a França tratou de evitar a alegria de outro animal, o canguru, vencendo de goleada a Austrália por 4 a 1, de virada, no estádio Al Janoub, na estreia da Copa do Mundo.

Atual campeã e uma das candidatas ao título, a seleção francesa levou um susto antes mesmo dos 10 minutos de jogo, quando Goodwin abriu o placar para a Austrália. A virada veio graças a gols de Rabiot, dois de Giroud — que teve a missão de substituir o cortado e melhor do mundo, Karim Benzema no time titular — e Mbappé.

A França, do técnico Didier Deschamps, teve de superar diversos desfalques, incluindo Kanté e Pogba, além de Benzema — todos fora do Mundial — para começar o torneio com o pé direito. Com a vitória, os franceses terminam a primeira rodada na liderança do Grupo D, com três pontos, enquanto a Austrália começa na lanterna, com zero. Dinamarca e Tunísia, que mais cedo empataram sem gols, dividem a segunda e terceira colocações, com um ponto cada.

A próxima rodada do Grupo D será disputada no sábado (26). A Austrália enfrenta a Tunísia, às 7h (de Brasília), enquanto a França joga contra a Dinamarca, às 13h (também de Brasília).

Austrália na frente antes dos 10 minutos

Quem achou que a França teria vida fácil foi surpreendido logo no começo. Aos 8 minutos do primeiro tempo, a Austrália saiu na frente com um gol de Goodwin, que aproveitou cruzamento da direita de Leckie para superar Lloris.

Irmão no lugar do irmão

No lance do gol da Austrália, Lucas Hernandez levou a pior, deixou o campo mancando e teve de ser substituído por causa da pancada. O curioso é que quem entrou em seu lugar foi Théo Hernandez, seu irmão. Lucas deve passar por exames médicos nos próximos dias e pode ser mais um problema para a já esfacelada França na sequência da Copa.

Giroud desencanta e iguala marca de Henry

Substituto de ninguém menos do que Benzema no time titular, Giroud vinha sumido na partida, mas na primeira chance conseguiu encerrar seu jejum em Copas — ele passou todo o Mundial de 2018 em branco — e virou o placar para a França. O camisa 9 foi bastante participativo no jogo e esteve presente na maioria das ações ofensivas dos europeus, inclusive marcando o quarto gol da equipe, de cabeça, no segundo tempo. Na jogada do primeiro gol de Giroud, destaque novamente para Rabiot, que roubou a bola no campo de ataque e cruzou para o centroavante só empurrar e fazer o 2 a 1. No segundo, ele aproveitou cruzamento de Mbappé para cabecear e bater.

Destaque do jogo, Rabiot deixa tudo igual

A França começou a respirar na partida a partir dos 26 minutos do primeiro tempo, quando Théo Hernandez fez belo cruzamento da esquerda, e Rabiot cabeceou para o fundo das redes para empatar.

Mbappé entra para o Inacreditável FC

A França poderia ter ampliado o placar ainda no primeiro tempo, mas Mbappé, centro de todas as atenções no estádio Al Janoub, desperdiçou chance incrível, com o gol aberto, após cruzamento de Griezmann, aos 44.

Trave impede empate da Austrália

No lance seguinte à “engrossada” de Mbappé, quase a Austrália deixou tudo igual novamente. Na última jogada da etapa inicial, Irvine cabeceou fraco, mas Lloris apostou no golpe de vista e ficou parado. A bola bateu lentamente na trave e saiu, para a sorte da França.

Mbappé se redime

Depois de perder um gol feito no primeiro tempo, o craque francês recompensou a festa da torcida por sua presença no estádio com um bonito gol de cabeça, aos 22 minutos da etapa final. Ele aproveitou cruzamento de Dembélé da direita e deslocou o goleiro Ryan para deixar a França bem mais tranquila na partida.

A tranquilidade foi tanta que, quatro minutos depois, Giroud já havia feito mais um, o quarto da seleção comandada por Deschamps, que colocou fim ao placar.

Xô, “zica” do atual campeão

A França quebrou um tabu que durou 16 anos com a vitória sobre a Austrália. Desde a Copa de 2006, o campeão da edição anterior do Mundial não vencia na estreia. A Itália (vencedora em 2006) estreou em 2010 com empate em 1 a 1 com o Paraguai. A Espanha (que venceu em 2010) começou o Mundial de 2014 com derrota por 5 a 1 para a Holanda. A Alemanha (campeã em 2014) iniciou a campanha na Copa de 2018 com derrota por 1 a 0 para o México. O último detentor do título que havia vencido na estreia da Copa até hoje era o Brasil (penta em 2002), que em 2006 bateu a Croácia por 1 a 0 na primeira partida da Copa.

Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/copa-do-mundo/2022/11/22/copa-do-mundo-2022-franca-x-australia-grupo-d.htm



O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário